Posso oferecer a mesma oferta que o concorrente?

Nesse tempo de atendimento B2B (empresa para empresa), percebemos que muitos empresários, estão convictos de que o menor preço é o que mais vende, mas será que isso é verdade mesmo?

Essa semana vamos falar de diferencial competitivo, lei da oferta e da procura e o que tudo isso tem a ver com marketing digital.

Diferencial competitivo são qualidades e características que tornam a empresa única e posicionada acima dos seus principais concorrentes. São as vantagens e benefícios exclusivos que a empresa proporciona aos clientes e que a concorrência ainda não conseguiu oferecer.

A Lei da Oferta e da Procura (ou demanda), por sua vez, busca estabilizar a procura e a oferta de um determinado bem ou serviço. Oferta é a quantidade do produto disponível em mercado, enquanto procura é o interesse existente em relação ao mesmo.
• A oferta depende do preço, da quantidade, da tecnologia utilizada na fabricação entre outras coisas relacionadas aos produtos e serviços.
• A procura é influenciada pela preferência do consumidor final, a compatibilidade entre preço e qualidade e a facilidade de compra do produto.

Temos um exemplo que caracteriza bem o que é diferencial competitivo, uma de nossas clientes do ramo de beleza, tem um salão que não atende apenas serviços de alisamento e tintura, como também tem no seu espaço uma “clinica capilar”, ela possui aparelhos que identificam doenças patológicas no couro cabeludo e produtos capazes de tratar do mesmo, e também pacotes personalizados para cada tipo de cabelo e tratamento para queda e calvície.

Outro exemplo, conhecido mundialmente é a Apple, sua posição nunca foi do produto mais barato ou igual ao seu maior concorrente, o Google. Seu posicionamento é o do seu diferencial no:

• Designer: Eles não apenas lançaram, como ainda lançam novos conceitos de estética para os produtos.
• Facilidade de acesso: É possível adquirir-los de forma tangível e intangível, ou seja, comprar através de um e-commerce ou em uma loja física, o que atingi públicos diferentes com um interesse em comum.
• Diferenciativo: O sistema IOS, qualidade e exclusividade dos apps, fazem com que os produtos Apple sejam incapazes de serem imitados.

Voltando a falar da nossa cliente do ramo de beleza e estética, justamente o que ela apresenta nas mídias são os serviços que não são copiáveis pelos salões da redondeza, não é necessário anunciar promoções malucas – o que é uma estratégia válida, mas que deve ser usada de vez em quando, para capturar clientes e fideliza-los, mas não um ser conteúdo recorrente, pois baixa totalmente o valor da empresa aos olhos do seu público, já tratamos desse assunto em outra postagem que você pode conferir clicando aqui

Apresentando um produto igual ao do seu concorrente seu cliente verá apenas preço, é até possível vender dessa forma, mas o que você estaria ganhando seria apenas uma venda e não um cliente recorrente, a vantagem dos recorrentes é que o investimento de aquisição de novos consumidores é muito alto e no caso dos recorrentes este custo é diluído ao longo do tempo em todas as compras que ele realiza.

Enquanto você leu esse texto, conseguiu imaginar qual é o seu diferencial? Se você pensou em atendimento esqueça, atender bem o cliente é praticamente uma obrigação da empresa. Para identificar o posicionamento da sua empresa basta olhar para a dor do seu cliente, o que ele precisa que você oferecer? Qual o problema da sua persona, que você tenha a solução?

Conseguir um diferencial é mais simples do que você imagina, com as dicas acima temos certeza que você consegue, mas se precisar de uma ajudinha, fala com a gente, que podemos te auxiliar nessa jornada!